terça-feira, 30 de agosto de 2016

Admirável Mundo Novo - Aldous Huxley

   "Edição especial da famosa distopia de Aldous Huxley sobre uma sociedade totalitária do futuro, regida pela tecnologia e pelo materialismo e sob a máscara da democracia e da felicidade.
   Admirável Mundo Novo" é uma parábola fantástica sobre a desumanização dos seres humanos. Na utopia negativa descrita no livro, o Homem foi subjugado pelas suas invenções. A ciência, a tecnologia e a organização social deixaram de estar ao serviço do Homem; tornaram-se os seus amos.    Desde a publicação deste livro, o mundo rumou a passos tão largos na direcção errada que, se eu escrevesse hoje a mesma obra, a acção não distaria seiscentos anos do presente, mas somente duzentos. O preço da liberdade, e até da simples humanidade, é a vigilância eterna. 
   Inclui um prefácio de Manuel Portela e a carta enviada pelo autor a George Orwell, aquando da publicação de 1984."

   Boas Leitores!
   Aqui temos uma outra obra excelente que está à espera para ser lida por muitos, quer os amantes de ficção científica, quer os amantes de obras clássicas. Um livro isolado, que tem uma espécie de sequela, mas que é um pouco independente do primeiro.
   Uma obra que muitas vezes é comparada com 1984 de George Orwell é também muito boa, em certos aspectos são iguais, ambos retratam aspectos da nossa sociedade que, na verdade, são muito assustadores quando vistos desta perspectiva, mas noutros aspectos são muito diferentes, 1984 versa numa sociedade muito oprimida e negada de qualquer estímulo, já esta obra retrata uma sociedade livre para fazer tudo (daquilo que o alto escalão social deixa) e estimulada em demasia, tornando-se, em parte, dormente das verdadeiras emoções.
   Esta obra também tem um maior enredo em torno da sociedade, com mais personagens a serem apresentadas e havendo maior interação entre elas. Não que em 1984 houvesse pouco, era mesmo da história em si que seria de supor haver pouco. Independentemente disso, as personagens de Admirável Mundo Novo estão interessantes e mostrando cada uma, uma faceta da sociedade actual.
   Senti por vezes que, com a escrita, o próprio leitor era atingido com imensas descrições que nem sempre eram compreensíveis para uma pessoa não habituada aos termos de biologia. Pode parecer parte da estratégia, para o leitor sentir parte daquilo que as personagens deste livro sentem, mas se não for então é uma falha do autor por esticar descrições com pormenores que baralham o leitor.
   É uma obra muito boa e aconselhada a todos, porque mais uma vez, retrata não só uma sociedade distópica de forma genial, como espelha também a nossa sociedade e o que de mal está com ela.
   Boas Leituras... ;)
8.5/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas