quarta-feira, 13 de julho de 2016

As Aventuras de Alice no País das Maravilhas e Alice do Outro Lado do Espelho - Lewis Carroll

   "Dois em um, isto é, dois clássicos da literatura infantil, "As Aventuras de Alice no País das Maravilhas" e "Alice do Outro Lado do Espelho" num só livro. A edição tem ainda as ilustrações de John Tenniel que acompanharam as primeiras edições de ambos os livros. 
   Lewis Carroll, pseudónimo de Charles Dogson, diácono, matemático, lente da Universidade de Oxford e fotógrafo amador, contava estas histórias, que depois passaria à escrita, para entreter as meninas Liddell, filhas do deão da Igreja de Cristo em Oxford, especialmente Alice, a sua favorita. De aí para cá foram, e continuaram certamente a ser, milhões de crianças fascinadas pelo universo fantástico da pequena Alice e do seu cortejo de animais e objectos que falam."

   Boas Leitores!
   Aqui está uma obra um pouco invulgar para estar aqui... Ou será que não? Apesar de sempre ter sido considerado uma obra infantil, e toda a gente lembra-se desta história pelo filme da Disney com o mesmo nome, esta é daquelas obras que afinal não será só para crianças.
   Composta por duas histórias, este livro tem não só a história original mas também a sequela que apareceu uns tempos depois. E tudo num livro, o que é ainda melhor! Como se não bastasse tem as mesmas ilustrações que as primeiras edições, o que vale muito. Reconhecer algumas das ilustrações foi engraçado.
   Mas agora quanto à história. Toda a gente sabe da história de Alice, mas poucos sabem que a primeira história está muito bem retratada no filme de desenhos animados da Disney (não os mais recentes live-action), era como se estivesse novamente a ver o filme. A segunda história foi completamente nova, sem que o filme mais recente tivesse alguma ponta em comum.
   E o engraçado é que o autor conseguiu escrever de forma simples para as crianças, mas ao mesmo tempo, conseguiu colocar questões para os adultos que me fizeram pensar. Principalmente na forma como dizemos as coisas. Ler este livro é uma boa leitura e também um bom exercício de reflexão.
   Comparando as duas histórias, achei a primeira muito melhor do que a segunda, mais original, com o seu toque de "loucura" que, não sei bem como, fazia imenso sentido. O segundo tinha alguma loucura, que no início era delicioso ver como funcionava mas que depois para o fim ficou só um pouco aborrecido e estranho.
   De qualquer das formas, aconselho-vos a lerem esta obra, não perderão nada e quem sabe se não terão oportunidade de ler às gerações futuras para poderem sonhar como aqueles que cresceram a ver o filme.
   Boas Leituras... ;)
8/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas