quinta-feira, 14 de julho de 2016

All You Need is Kill Vol.2 - Ryosuke Takeuchi & Takeshi Obata

   "A Terra é invadida pelos Mimics, uma raça alienígena de monstros quase indestrutíveis que se lançam numa guerra de extermínio.
   Keiji Kiriya é apenas um entre inúmeros recrutas inexperientes a ser metido numa armadura mecanizada e atirado para o meio da carnificina, onde é abordado por Rita Vrataski, a famosa "Pantera Blindada".
   Os dois jovens unem forças para descobrir como funcionam os círculos temporais e quebrá-los de vez. Mas o poder dos "mimics servidores" encerra um terrível segredo...
   Será que Keiji e Rita conseguirão romper o círculo vicioso da batalha interminável? Será que existe uma esperança para a Humanidade?"

   Hello leitores!
   Aqui está um duo acabado rapidamente. Esta colecção de mangás, que contém apenas dois volumes (infelizmente, explicar-vos-ei porquê mais à frente) já publicados em português está acabada aqui no blogue.
   A história deste volume é muito mais focada em Rita Vrataski, como se percebe pela capa, e ainda bem, deu um refrescante novo ponto de vista. Se tal é possível isso fez distanciar ainda mais a personagem do mangá da personagem que aparece no filme. Já achava isso do Keiji Kiriya, agora também de Rita que estão completamente diferentes.
   E não são só as personagens, também o enredo é muito diferente, só não o é completamente porque se focam num objectivo comum que é destruir os extraterrestres que causam os círculos temporais. Mas as formas como o fazem são muito diferentes.
   O final foi surpreendente, não esperava de todo aquele desfecho que teve, provavelmente por estar completamente enviesado para o filme. Fez imenso sentido, conseguiu criar algum choque sem que perdesse a coerência, o que é fantástico da parte dos autores. Só tive pena deste volume acabar sem saber-se se a invasão foi completamente repelida ou não. E é aqui que digo que talvez um terceiro volume fizesse falta, para pelo menos dar um final a uma história que ficou meia inacabada. Já imagino a capa e tudo, verde (já que houve uma azul e uma vermelha) com outra cara lá no meio.
   Quanto à parte gráfica desta obra, continuou com a mesma qualidade de antes, os painéis com acção estavam bem feitos, só os extraterrestres estavam um pouco banais, excepto o "mimic antena" esse talvez estivesse um pouco melhor.
   É uma colecção pequena e que até vale a pena lerem se gostarem de acção em guerra. Caso queiram ler mais sobre a saga, sigam o link: Crítica - All You Need is Kill Vol.1
   Boas Leituras... ;)
7.5/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas