quarta-feira, 29 de junho de 2016

Laços de Sangue - Charlaine Harris

   "Uma grande mudança social está a afectar toda a humanidade. Os vampiros acabaram de ser reconhecidos como cidadãos. Após a criação em laboratório, de um sangue sintético comercializável e inofensivo, eles deixaram de ter que se alimentar de sangue humano. Mas o novo direito de cidadania traz muitas outras mudanças...
   Depois do desastre natural do furacão Katrina e do horror criado pelo homem da explosão na cimeira de Vampiros, Sookie Stackhouse vive segura mas atordoada, ansiando que as coisas voltem ao normal. Mas o seu namorado, Quinn, é um dos desaparecidos. E as coisas mudam, quer isso agrade ou não aos lobisomens e aos vampiros do seu canto do Louisiana. Nas batalhas que se seguem, Sookie enfrenta perigo, morte... e, mais uma vez, a traição de alguém que ama. Mesmo que deixe de haver pêlo de lobo no ar e mesmo que o sangue frio dos vampiros deixe de jorrar, o seu mundo não voltará a ser o mesmo..."

   Boas leitores!
   Vamos lá ver, desta vez só se passaram 3 meses até ler o volume seguinte desta saga! Este é o oitavo volume de treze, cada vez mais próximo do fim!
   Não posso esperar muito de obras como esta, no entanto fico sempre com esperança que melhore um bocadinho. Mas continuam a ser sempre mais do mesmo. Uma personagem feminina apaixonada por inúmeros personagens masculinos, sem saber realmente de quem gosta. Passa por imensas dificuldades mas acaba sempre bem à última da hora. Conclusão não há grande profundidade na história.
   Se começarmos pela personagem principal vemos que não há mais do que pensamentos superficiais a passar pela sua cabeça, não pensa em muito mais. Por um lado, é suposto ser uma pessoa do dia a dia, mas eu tenho ainda alguma esperança que nem toda a gente seja assim no seu dia a dia. Quanto às personagens que passam pela história, não há desenvolvimento algum, aparecem, dizem algumas coisas e desaparecem até a autora precisar novamente deles.
   Pelo menos houve mais acção nesta obra. Apesar de não ser uma acção prolongada, foram dois encontros meio batalha de rua meio guerrilha medieval que passaram-se rapidamente. Se calhar a autora beneficiaria mais de uma única batalha que durasse mais páginas e fosse mais bem construída. Talvez isso aconteça no futuro com a batalha que promete há muito.
   O enredo tem mais alguns mistérios e outros a serem resolvidos, no entanto não se pode dizer que haja um grande enredo neste volume em especial. É só uma obra onde acontecem várias coisas que contribuem para vários pequenos enredos.
   A sorte é ser um livro pequeno sem uma escrita complexa. Lê-se rapidamente, então para quem está de férias é ainda mais rápido. Caso queiram saber mais da saga, basta seguirem o link: Crítica - Sangue Felino.
   Boas Leituras... ;)
4/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas