terça-feira, 17 de maio de 2016

Os Dilemas do Assassino - Robin Hobb

   "O seu nome é murmurado com temor e respeito. A sua figura move-se nas sombras da noite e das políticas. Acaba de salvar o herdeiro do reino. Mas será suficiente?
   Depois de salvar o príncipe das garras dos pigarços e de sofrer a mais devastadora perda possível ao fazê-lo, o lendário assassino regressa ao lugar a que em tempos chamou lar. Aí, esperam-no dias difíceis de adaptação, mas também o esperam oportunidades, velhos e novos amigos e até um filho adolescente.
   E espera-o também um príncipe, do seu sangue sem que o saiba, dotado com as magias desse sangue mas sem conhecimentos para lidar com elas, e prometido a uma princesa estrangeira. Como irá Fitz lidar com todos os desafios que o aguardam em Torre do Cervo? Que soluções encontrará para os seus dilemas?"

   Boas Leitores!
   A Feira do Livro está quase a começar! E isto por estes lados tem andado muito lento quanto à leitura. A ver se acelero esta leitura! E após 4 anos de ter lido o primeiro volume desta saga (de cinco) finalmente peguei no segundo! A ver se agora vai de carrinho e são todos seguidos!
   Como referi no primeiro livro, esta saga deve ser lida após a leitura da saga original da mesma autora. Não só para entender melhor o contexto da história e o mundo onde a história está delineada, como também para poder desfrutar melhor do tipo de intrigas e políticas que aparecem, ou das surpresas (ou não surpresas) que acontecem por serem pontos-chave da série anterior.
   Acho que está bem escrito, e apesar do nome da obra envolver a palavra "dilemas" e de haver dilemas na história, não são feitos para dar sensação de drama, mas para mostrar os dilemas e como resolvê-los, ou pelo menos tentar arranjar maneira de... Claro que há partes dramáticas, porque se não o livro não venderia às massas, tal como o romance não poderia faltar,
   Uma grande capacidade que a autora tem é de desenvolver personagens. O protagonista e algumas outras personagens com alguma importância são tão bem caracterizadas que sentimos grande afinidade por elas, mesmo conhecendo-as bem ou sabendo que elas escondem grande parte das suas vidas.
   Quanto às magias deste mundo, sinto grande pena e desespero por não podermos saber mais sobre elas, e acho que parte dessa ignorância é propositada, a autora quer que o leitor tenha a mesma sensação que as personagens, mas mais algumas cenas com magia não faziam mal nenhum.
   Claro que os problemas que apareciam quando li o primeiro volume desapareceram com a leitura contínua destas obras. É um daqueles casos de "primeiro estranha-se, depois entranha-se". Fiquei deveras curioso para saber mais desta saga, e portanto, ler o resto das obras. Apesar de ter uma ligeira sensação que daqui em diante vai piorar um pouco, para grande desgosto meu. Mas vamos deixar isso na incógnita até lá.
   Se quiserem saber mais sobre a primeira obra desta saga, basta clicarem no link: Crítica - O Regresso do Assassino
   Boas Leituras... ;)
8/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas