segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

O Bruxo - Michael Scott

   "Um livro mágico. Dois gémeos que podem salvar o mundo. Alquimistas, magos, heróis e vilões. Figuras históricas e mitológicas. A maior aventura de sempre.
   Na quinta parte desta bem sucedida série, os gémeos da profecia foram separados, e o fim está a começar.
   Com Scatty, Joana d'Arc, Saint Germain, Palamedes e Shakespeare em Danu Talis, Sophie está sozinha com Nicholas, cada vez mais fraco, e com Perenelle Flamel. Tem de contar com a ajuda de Niten para encontrar um imortal que lhe ensine Magia da Terra.
   A surpresa é que ela irá encontrar o seu professor no mais comum dos lugares."

   Boas leitores!
   Após anos e anos e anos, aqui está o quinto volume desta saga com o nome Os Segredos de O Imortal Nicholas Flamel. Desde 2011 que tinha sido quando li o volume anterior que não li mais nada desta colecção, em parte não foi por minha culpa, só o ano passado é que esta editora decidiu voltar a publicar a saga, por isso só me atrasei uns meses.
   Esta saga é composta por 6 volumes, sendo que este é o quinto como já referi anteriormente. Quando é que o último volume estará disponível cá em Portugal? Uma muito boa questão, mas eu desejo fervorosamente que seja rápido, porque esta saga precisa de ser acabada.
   Comecei a lê-la há imensos anos, como tal acompanhou-me durante vários anos da minha vida, sendo que devo ter começado a ler pelo menos desde 2007. E com os anos a minha perspectiva para com a saga foi mudando.
   Antes era uma das sagas mais espectaculares, com magia e personagens conhecidas. Conforme os volumes foram saindo acho que deixou tanto de ser sobre magia para ser mais sobre mitologia. Neste volume, a magia era um resquício de que se falava de vez em quando e a mitologia algo central e importante.
   As personagens estão moderadamente bem desenvolvidas. Quero dizer com isto que, por um lado, o leitor entende facilmente as razões de cada um e consegue identificar-se com os protagonistas, mas por outro há certos pormenores que não parecem conjugar e que são como pedaços de areia numa engrenagem.
   Outro grande medo meu foi o final desta obra. Acabou de forma que se não for explicada como deve de ser no último volume pode dar uma das maiores contradições de sempre. Esperemos que o autor não se desenrasque desse problema com um simples "a personagem estava a mentir".
   Enfim, para os jovens acho que é um livro que deviam apostar, se foram como eu e estiverem com saudades da saga, o livro está até barato na Wook! Para verem o volume anterior aqui no blogue, sigam o link: Crítica - O Necromante
   Boa Leitura... ;)
6.5/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas