quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Dragões de uma Noite de Inverno - Margaret Weis & Tracy Hickman

   "Os nossos heróis venceram uma batalha, mas não venceram a guerra pelo destino de Krynn. Os servos de Takhisis, a rainha dos Dragões, estão de volta e os povos de todas as nações precisam de lutar para salvar os seus lares e manter a própria liberdade. Mas há muito que as raças estão divididas pelo ódio e preconceito. Guerreiros elfos e cavaleiros humanos lutam entre si e a guerra parece estar perdida antes de começar.
   Forçados a separarem-se pelos acontecimentos, passará ainda algum tempo antes que os nossos heróis se reencontrem. Perseguidos por estranhos sonhos e profecias sinistras, o grupo parte em busca das misteriosas e lendárias orbe e lança do dragão.
   Conseguirão, juntos, fazer frente às trevas? E será possível para um cavaleiro caído em desgraça, enfrentar, à pálida luz do inverno, as forças de Takhisis?"

   Boas leitores!
   Aqui estamos a retomar uma trilogia que foi iniciada já há algum tempo. Mas felizmente vai ser terminada rapidamente, visto que o segundo volume está lido e o terceiro está a caminho! Como podem perceber, esta trilogia tem todos os seus volumes publicados em Portugal.
   Comparando com a crítica que fiz ao volume anterior tenho a dizer que esta obra melhorou um pouco a avaliação que tinha da trilogia. Este livro já está mais interessante com um enredo um pouco mais complexo e com um desenvolvimento das personagens mais aprofundado.
   Desta vez a dupla de autoras conseguiu em poucas páginas entranhar o leitor na cabeça das personagens e perceber quais eram os medos/desejos mais profundos de cada uma, o que ajuda imenso os leitores a criarem ligações emocionais com os protagonistas.
   Como se não bastasse o enredo também ficou melhor, deixou de ser apenas um conjunto de aventuras (apesar de ainda ter algumas indicações disso que tornam-se um pouco aborrecidas) para passar a ser uma história contínua em três livros com um perigo cada vez maior e, portanto, um suspanse colado ao ar da história que vai aumentando conforme a obra se vai desenrolando.
   Houve apenas alguns pontos negativos que se focaram mais nos supostos pontos altos de surpresa, que não foram assim tão surpreendentes, até um pouco previsíveis. No entanto, não sei dizer o que teria sido melhor para que estes pormenores tivessem sido tornados completamente inesperados. Acho que o que deu de si foi a contínua indicação que algo estava para acontecer. Em vez de acontecer duma vez, sem qualquer aviso.
   Está um pouco melhor do que o anterior, mas continua sem ser uma obra excelente e obrigatória. Talvez essa pontuação seja para o terceiro volume. É esperar para ler. Se entretanto quiserem saber sobre a opinião do livro anterior é seguirem o link: Crítica - Dragões de um Crepúsculo de Outono
   Boas Leituras... ;)
7/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas