quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Metamorfose - Franz Kafka

   "«Quando Gregos Samsa despertou, certa manhã, de um sonho agitado viu que se transformara, durante o sono, numa espécie monstruosa de insecto.»
   Com esta frase de abertura, Kafka revela ao homem moderno a sua sinistra condição. Depois de descobrir, ao despertar, que se transformou num enorme insecto, Gregor Samsa torna-se um objecto repugnante, e é obrigado a esconder-se no interior dos seus aposentos. Pouco a pouco, sob pressão das exigências da vida prática, a família ir-lhe-á dando cada vez menos atenção, até que um dia, no termo de um episódio particularmente trágico, a irmã declara que têm de deixar de reconhecer Gregor como um dos seus. A Metamorfose é uma parábola terrível sobre a alienação humana, uma narrativa sobre o absurdo da vida e sobretudo sobre os processos de exclusão, que conserva ainda hoje toda a sua carga revolucionária."

   Hallo leitores!
   E aqui estamos nós com outro clássico. Este blogue ultimamente é só grandes leituras (mas claro que isto não se vai manter por muito tempo). Se estão interessados neste livro NÃO LEIAM A SINOPSE. De forma alguma. Este é um livro isolado.
   Porque digo para não lerem a sinopse? Porque é o maior spoiler de sempre. Se já sabem a história porque alguém vos contou não devem ler também. Acaba por revelar-vos quase o enredo todo. Ainda bem que só o li depois (como faço com grande parte dos livros).
   É um livro bem pequeno, esta edição passava das cento e poucas páginas (fiquei mesmo muito tempo a pensar se não teria adquirido uma edição que não contivesse a história toda, por menos sentido que isso fizesse. Espero que isso não tenha acontecido.). No entanto até traz uma história bem engraçada.
   Sendo curto não há tempo para criar ligação com nenhuma personagem nem para exigir um grande desenvolvimento das mesmas. No entanto acho que conforme a leitura vai avançado o absurdo e a estranheza de tudo aquilo vai entranhando-se em nós até que fiquemos a pensar realmente no que estamos a ler.
   Nota-se claramente as ligações que são feitas entre a obra e a realidade, muitas delas relacionadas com a vida pessoal do autor. Podem não entendê-las à primeira mas se fizerem um pouco de pesquisa sobre a biografia do autor compreenderão melhor a obra que é.
   Fiquei curioso para ler mais coisas do mesmo autor, desta vez algo que seja maior e mais desenvolvido. Talvez o faça.
   Boas Leituras... ;)
7/10
André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas