quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Na Casa do Rei Dragão - Stephen Lawhead

   "Um guerreiro mortalmente ferido cai desfalecido no pórtico do templo onde Quentin servia como acólito do deus Ariel. Agora, o jovem Quentin tem de fazer a sua escolha; entre uma vida tranquila e confortável e um caminho desconhecido carregado de perigos. Em companhia de um punhado de amigos leais, Quentin parte para uma aventura que irá mudar o seu destino e arrasté-lo para um conflito mortal com Jasper, o usurpador, e o sinistro necromante Nimrood."

   Boas Leitores...
   Nova opinião aqui no blogue, de uma nova trilogia (mais uma). Felizmente estão todos publicados cá em Portugal e baratinhos até!
   Quanto a este primeiro volume o que tenho a dizer... Não muito. É estranho porque o livro parece cair mais numa categoria infanto-juvenil, no entanto a escrita não está assim tão adaptada para essa faixa etária, mas para leitores mais velhos tem imensas incongruências que não passariam despercebidas facilmente.
   O enredo é simples, idade média, reis em batalhas, inimigos a querer o trono, um grande vilão, um rapaz vindo de um sítio inóspito que se torna numa espécie de "escolhido", etc... Como percebem não é nada de novo nem para mim nem para a maior parte dos leitores.
   Se adicionarmos ao que disse acima algumas inconsistências que não direi a bem dos spoilers o livro perde grande parte do seu interesse e torna-se uma leitura monótona, apesar de pequena (não chega às 400 páginas o livro).
   As personagens poderiam ser melhor desenvolvidas. Só o protagonista é que teve um bom desenvolvimento. Outra parte que achei interessante foi a parte mitológica e espiritual da obra, foi uma perspectiva diferente e que acabou por ficar bem feita.
   Em breve lerei a continuação, aí veremos se melhorou e se posso aconselhar-vos a lê-los, ou se a pontuação diminuiu.
   Boas Leituras... ;)
4/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas