quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

A Guerra É Para os Velhos - John Scalzi

   "John Perry fez duas coisas no dia do seu septuagésimo quinto aniversário, primeiro visitou a campa da mulher e a seguir alistou-se no exército.
   A boa notícia é que a humanidade finalmente é capaz de viagens interestelares. A má notícia é que planetas capazes de sustentarem vida são escassos e que raças alienígenas, dispostas a lutarem para ficar com os planetas, são comuns. Sendo assim, nós lutamos para defender a Terra e para manter o direito aos planetas que descobrimos. Longe da Terra, a guerra dura há décadas. É brutal, sangrenta e não dá tréguas.
   A Terra é um planeta atrasado em termos de desenvolvimento. O grosso da tecnologia e do desenvolvimento da humanidade está nas mãos das Forças de Defesa Coloniais. O que todos sabem é que, quando se atinge a idade da reforma, pode-se juntar às FDC. Não querem gente jovem, mas quem tem os conhecimentos e a experiência de décadas de vida.
   O candidato será levado da Terra, onde nunca mais lhe é permitido voltar. Irá servir dois anos na frente de batalha. E, se sobreviver, receberá um pedaço de terra numa das, arduamente conquistadas, colónias novas.
   John Perry resolveu aceitar a proposta. Ele tem uma vaga ideia do que o espera. Porque a verdadeira luta, a anos-luz de casa, é muito mais dura que tudo aquilo que ele pode imaginar."

   Boas Leitores...
   O ano está quase a acabar e o meu desafio Goodreads ainda não está terminado (para grande vergonha minha) pelo que agora tenho de ler os últimos livros rápido. Felizmente este nem tive de ler apressadamente, o gosto pelo livro foi grande o suficiente para me querer fazer ler mais e mais.
   Mais uma vez (porque isto está sempre a acontecer-me) este é mais um livro com colecção de imensos volumes (nove para ser mais exacto) dos quais tentem advinhar quantos estão publicados em português... Um (como sempre).
   E infelizmente, porque achei este livro muito bom. A ideia é original (não que tenha um grande background de ficção científica, mas do que li até agora achei interessante) e a escrita foi bem concebida.
   Falando primeiro da escrita, é leve, sem grandes descrições exaustivas, por vezes irónica ou satírica e que consegue captar o leitor e deixá-lo levar sem se aperceber.
   O rumo da história passa rapidamente e quando acaba o leitor só tem tempo para pensar "Já? Mas então e agora? Queria mais um bocado.". Parecem poucas aventuras e ao mesmo tempo parece uma vida descrita num livro de 300 e poucas páginas.
   O único ponto negativo que tenho a apontar foi o final, achei-o um pouco abrupto, sem algo que me deixasse mesmo curioso para saber o resto, deveria ter mais umas páginazitas com pequenos "doces" para adoçar a curiosidade. De resto é um livro que estou desejoso de ler o 2º volume para poder entranhar-me um pouco mais naquele universo.
   Boa Leitura... ;)
8.5/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas