segunda-feira, 22 de setembro de 2014

A Voz do Fogo - Alan Moore

   "Doze narrativas entrelaçadas de eventos recorrentes, estranhas tradições e visões assombrosas.
   Num livro repleto de luxúria e êxtase, encontramos doze personagens distintas que viveram na região de Northampton, em Inglaterra, durante um período de seis mil anos. Na tradição de Kipling e Borges, Moore viaja pela História misturando verdade e conjectura, num romance assombroso, comovente, por vezes trágico, mas sempre empolgante."

   Boas leitores...
   A semana já começou e com ela comecei a ler um novo livro. Acabei então este que é um livro isolado de um autor já muito conhecido mas que ainda não tinha tido o prazer de ler nada dele.
   E arrependo-me agora porque pelo menos este livro está genial de muitas maneiras. Os doze capítulos passam-se cada um numa época histórica diferente, desde 4000 anos a.c. até 1995. Sempre histórias diferentes por vezes com modos de escrita muito diferentes e maravilhosos.
   Há certos capítulos em que o autor dedicou-se afincadamente para retratar aquela época e resultou duma forma muito boa. Para além de engenhosa é cativante.
   Outro pormenor que acabou por resultar numa obra estrondosa foi o facto de em todos os capítulos vai havendo pequenas "lembranças" de outras histórias. Um colar com contas azuis, uma igreja circular, enfim tantas outras que mais vale lerem.
   Só tive pena do último capítulo, de todos os que houve foi para mim o mais aborrecido, quando podia ter muito potencial visto tratar-se da perspectiva do próprio escrito. Metade do capítulo foi a descrição da cidade e das suas ruas e não uma história em si.
   Bem é um livro de certa forma estranho e de certa forma cativante, acho que vale a pena lerem, pela experiência. Fez-me lembrar um pouco de outro livro que li: Cloud Atlas mas numa versão mais virada para o passado. Mas agora vem outro livro... Da famosa Juliet Marillier.
   Boas leituras... ;)
8/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas