sábado, 19 de abril de 2014

O Terror Vol.1 - Dan Simmons

   "Na primavera de 1845, Sir John Franklin comanda uma expedição de dois navios e 130 homens numa viagem arrojada para o distante e desconhecido Árctico. O seu objectivo: encontrar e mapear a lendária Passagem do Noroeste que, supostamente, ligará os oceanos Atlântico e Pacífico.
   Dois anos depois, a expedição, que começou sob um espírito de optimismo e confiança, enfrenta o desastre. Franklin está morto. Os dois navios (o Erebus e o Terror) estão fatalmente presos nas garras do gelo. As rações e o carvão escasseiam e os homens, mal preparados, lutam diariamente para sobreviver ao frio letal. Mas o seu verdadeiro inimigo é bem mais aterrorizador. Existe algo à espreita nas trevas glaciais: um predador oculto que captura marinheiros e abandona os seus corpos na vastidão de gelo… 
   O Terror é simultaneamente um romance histórico rigorosamente pesquisado e uma homenagem ao melhor que a literatura de horror ofereceu até hoje. Segundo Stephen King: "Um romance intenso, absorvente e arrepiante como só Dan Simmons podia escrever."

   Boas Leitores...
   Com esta semaninha de férias (que não foi completamente férias porque o estudo está sempre presente) a leitura conseguiu adiantar-se um bocadinho! Li mais um livro e tenho o prazer de vos dar a crítica dele. Antes de mais queria referir que esta semana não houve BTT não porque me esqueci mas sim porque não apareceu mesmo BTT. Voltando ao livro, este é o primeiro de dois volumes com o mesmo título.
   O início do livro captou logo a minha atenção, o mistério e o suspanse agarraram-me e entusiasmaram-me ao ponto de só ligar ao livro e esquecer o que me rodeava (mesmo no ambiente barulhento do comboio). Fez-me lembrar os contos de terror de H.P. Lovecraft que por vezes faziam o meu coração acelerar de antecipação ao que iria acontecer.
   No entanto, quando fui avançando no livro fui perdendo esse entusiasmo. Os capítulos inteiros do passado até aos navios partirem não me desanimava, até porque era interessante saber o que tinha acontecido antes para chegar àquela situação, mas as descrições demasiado detalhadas quebravam totalmente o ritmo da leitura.
   E outro problema na escrita foi a utilização em demasia dos termos náuticos. Principalmente numa determinada altura da história onde estava a ocorrer uma acção importante, cheia de movimento e suspanse e no meio da acção havia capítulos onde eu tinha de parar e ir pesquisar na internet o que determinado termo era para vir a descobrir que era uma peça, corda ou parte do barco. Claro que isto quebrava o ritmo de leitura daquele momento que deveria ser contínuo e rápido.
   O único ponto bom é mesmo a hstória e ver o desenvolvimento das personagens ao longo dela, é uma boa intriga e enredo. Terei de esperar para ler o próximo volume para ver o que ocorre. Ah e tenho só um pequeno ponto a referir que é: o efeito da capa está muito bom, se tiverem oportunidade, quando virem o livro peguem nele e vejam bem. Entretanto se quiserem comprar este livro podem fazê-lo pela Wook
   Boa Leitura... ;)
6,5/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas