quarta-feira, 16 de abril de 2014

O Corsário do Rei - Raymond E. Feist

   "Há muito recomposto da guerra da brecha, a terra e o povo do reino das ilhas floresce. Nicholas, o filho mais novo do Príncipe Arutha, é um jovem inteligente e dotado, mas foi sempre protegido pela vida na corte, em Krondor. Para que aprenda mais sobre o mundo para lá das paredes do palácio, Arutha decide enviar Nicholas e o seu irreverente escudeiro, Harry, até à rústica Crydee, onde Arutha cresceu. É tempo de mostrar uma vida sem privilégios.
   Mas poucas semanas após a chegada deles, Crydee é brutalmente atacada. O castelo fica reduzido a ruínas, os cidadãos são chacinados e duas jovens nobres - amigas de Nicholas - são raptadas.
   Ao aventurar-se para longe das paisagens familiares da sua pátria em perseguição dos invasores, Nicholas compreende que está em jogo algo mais do que o destino das suas amigas, e mais até do que o destino do Reino das Ilhas, pois por detrás dos piratas assassinos esconde-se uma força bem mais poderosa que põe em perigo todo o mundo de Midkemia. E apenas ele poderá vencer essa terrível ameaça… ou perder o reino por inteiro."

   Boas leitores...
   Aqui estou eu, com uma crítica nova, que pertence ao segundo livro da colecção Os Filhos de Krondor que é o último, mas não é a última colecção do autor.
   E eu a julgar que esta colecção apesar de se passar no mesmo mundo, poucos anos depois da história principal, não envolvia (a não ser as personagens) dos livros anteriores? Não podia estar mais enganado, pois parece que durante todas as colecções deste autor que já li, existe um enredo acima do enredo principal de cada livro mas que atravessa todos os livros. Como uma grande história que vai sendo contada ao longo das várias colecções.
   Neste volume já não se fala das mesmas personagens que o primeiro, para grande pena minha, que pensava que iria desenvolver mais o Borric e o Erland. Desta vez é o irmão pequeno deles, Nicholas a personagem principal. E por um lado ainda bem, sangue novo para a história, outra personagem por quem adquirir um grande espírito de coragem e confiança.
   O enredo está muito bom, sendo que o plot-twist final deixou-me de boca aberta a pensar no que poderá acontecer nas próximas colecções. Só houve uma ou duas partes no livro que desanimei um pouco com a leitura, a parte marítima. Tornou-se um pouco monótono toda aquela viagem de ida e depois de volta, considerando que havia tanta acção por todos os lados, mas enfim, não se pode pedir tudo não é?
   É um livro que aconselho a lerem, este autor é fantástico na fantasia. Para comprarem o livro podem fazê-lo por aqui: Wook . Se quiserem ver a crítica do 1º volume da colecção antes de comprarem o 2º podem ver neste link: Crítica - O Príncipe Herdeiro
   Boa Leitura... ;)
8/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas