domingo, 8 de dezembro de 2013

A Promessa de Kushiel - Jacqueline Carey

   "Phèdre está presa e na iminência de se entregar à morte. Mas os deuses ainda não deram a sua missão por terminada…
   Um golpe do destino restitui-lhe a liberdade, e a misericórdia permite-lhe sobreviver a uma morte quase certa. Mas, embora a traição que pesa sobre o trono de Terre d’Ange tenha o seu desfecho iminente, Phèdre vê-se empurrada para longe da sua pátria, para terras desconhecidas e múltiplos perigos…
   Desespero, dor, traição, expiação… mas também prazer, júbilo, amizade e redenção.
   Cativa em terra estrangeira, sem o seu Companheiro Perfeito e os seus chevaliers, todos parecem querer impedi-la de salvar a sua rainha da ameaça que sobre ela paira. Mas, escrevendo direito por linhas tortas como fazem os deuses, Naamah, Kushiel, Cassiel e Asherat-do-Mar parecem conspirar para um culminar dramático em La Sereníssima. Triunfarão a honra e a justiça sobre as forças de cobiça e ambição? Logrará Phèdre denunciar os traidores que ameaçam Terre d’Ange e trazer a paz de novo à sua amada pátria? E ao seu coração atormentado?"

   Boas pessoal...!
   Isto tem estado um pouco às moscas bem sei, mas o trabalho tem sido imenso! Mas nada disso importa agora, porque está cá uma crítica nova e isso é que interessa!
   Este é o quarto livro da saga de Kushiel, a qual é composta por 6, todos publicados cá em Portugal, mas se quiserem comprar o último terão de fazê-lo pela editora, porque como não tiveram grande sucesso não se vende nas grandes superfícies.
   E entendo um pouco esse ponto de vista, os volumes até agora estavam relativamente bons, no entanto, este achei que já estivesse a engonhar um pouco, como se a autora estivesse a encher chouriços para poder ter mais livros. A história podia ter acabado num 3º livro, no entanto são 6 deles, ou seja, muita palha pelo meio. E foi o que aconteceu com este, o enredo central foi passado para segundo plano nesta obra e a protagonista do livro passou a andar por meio mundo para conseguir chegar ao mesmo sítio.
   Por outro lado, apesar da escrita estar boa e da autora conseguir desenvolver bem as personagens, as principais quase não aparecem na obra toda. Um dos assuntos centrais no 2º e 3º livro não aparece neste 4º o que achei um pouco mau.
   Tenho uma opinião que é: ou a autora melhora a história a um nível enorme nos últimos dois livros, ou vai diminuir o entusiasmo pelos mesmos. Terei de esperar para saber, o que vai demorar porque não tenho nenhum livro desta saga para ler, talvez receba algum no Natal.
   Se quiserem comprar este livro podem fazê-lo por aqui: Wook
   Para poderem saber mais sobre a saga, nomeadamente sobre a crítica do volume anterior basta clicarem no link seguinte: Crítica - A Eleita de Kushiel
   Boa Leitura... ;)
6/10

André

   

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas