segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Diário de uma Mãe - James Patterson

   "Katie e Matt conhecem-se quando este tenta publicar o seu primeiro livro de poemas. Katie, responsável pela escolha de publicações numa conceituada editora nova-iorquina, deixa-se seduzir primeiro pela poesia, depois pelo seu criador. Trabalham juntos na preparação do livro e o entendimento espontâneo que se gera entre ambos depressa assume os contornos do grande amor. Ou pelo menos assim pensa Katie, que se entrega sem reservas a um sentimento novo. Mas é então que Matt desaparece inexplicavelmente, deixando-lhe apenas um diário de uma mulher chamada Suzanne dedicado a Nicholas, o seu bebé. Dividida, Katia não pode no entanto renunciar a ler aquela história quase insustentavelmente tocante, em que o amor é um mar de alegrias e esperanças, uma dádiva sentida, mas em que também estão dramaticamente presentes a dor pungente e a perda. Esse diário vem iluminar todo o passado do homem que Katie ama - algo que ele nunca quis revelar-lhe. Agora que finalmente compreende, o que fará ela com o seu amor por Matt?"

   Boas mais uma vez leitores...
   Felizmente não tenho parado de vos chatear, é bom sinal, significa que há novidades pelo blogue e pela página no face, e desta vez temos mais uma crítica, para variar, visto que desde há um mês que não há BTT.
   E para variarmos um pouco temos um livro que não é de auto-ajuda, mas sim um romance, estrondoso e brilhante. Quando me deram este livro, um exemplar de 2003 e ao olhar para ele pensei "mais um romance lamechas do género Nicholas Sparks" e pus na fila de livros para ler. Estava à espera de apanhar uma seca ao lê-lo.
   Mas, felizmente, enganei-me e bem! Desde o início do livro que me agarrei a ele e li-o de uma ponta a outra e apesar de ser um livro pequeno (quase 240 páginas) e de ter uma escrita bastante fácil, foi um livro que só me apetecia devorá-lo quanto mais páginas lia.
   As personagens e o formato de um diário para um bebé que uma mãe escreve foram das coisas mais bem elaboradas que vi num romance deste género. Para além de que todos os sentimentos, de dor, perda, alegria, cansaço, tristeza, tudo isto era passado para o leitor enquanto o lê. E ainda hoje dizia a algumas pessoas que apesar de estar a meio do livro, sabia que iria ter uma pontuação alta, pelo quanto já me tinha atraído.
   É um livro que aconselho vivamente a ler, principalmente se gostam deste género, para comprá-lo podem seguir este link, ajudam o blogue ao comprarem por estes link's: Wook
   Boa Leitura... ;)
9/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas