domingo, 26 de maio de 2013

Heresia - S. J. Parris

   "Inglaterra, 1583. Um país inundado pela paranóia e pela conspiração, mas um porto de abrigo para um monge radical em fuga. Giordano Bruno, com as suas teorias de astronomia, fugiu da Inquisição para a corte de Isabel I. Ali, atrai as atenções de Francis Walsingham, chefe dos espiões e inimigo dos conspiradores católicos. Bruno é infiltrado na Universidade de Oxford, que se crê ser um antro de dissidentes franceses.
   Rapidamente dá por si envolvido nas intrigas do colégio universitário e distraído por uma bela jovem. Pouco depois, começa a investigar uma série de assassinatos horríveis, relacionados entre si por cartas com pistas. As cartas sugerem que as vítimas eram culpadas de heresia. Mas estará Bruno a ser ajudado ou induzido em erro, ou será ele o próximo alvo? Perseguindo um assassino astuto e determinado pelos claustros sombrios de Oxford, Bruno apercebe-se de que nem sempre os sábios conseguem distinguir a verdade da heresia. Mas alguns estão prontos a matar por ela!"

   Olá leitores!
   A Feira do Livro de Lisboa já abriu! Já foram lá fazer muitas compras? Espero que sim, eu ainda só lá fui uma vez mas tenho de dizer que está espectacular, como sempre, ainda tenho de lá ir aproveitar bem aqueles preços.
   Quanto a este livro, um pouco estranho tenho de dizer, mas engraçado até. É o primeiro volume duma colecção (quando o comprei não fazia a mais pálida ideia que pertencia a uma colecção) com o segundo volume já publicado cá e com outros volumes ainda não publicados, espero que o sejam e que Portugal também os publique.
   Agora o enredo do livro é uma junção digamos... diferente. Um policial a passar-se no século XVI em plena universidade de Oxford com uma personagem principal italiana, uma junção que não imaginaria nunca. Mas tenho de admitir que até deu um bom resultado.
   Inicialmente um pouco diferente do resto do livro, pensei que houvesse mais intriga entre o pessoal, ou que desenvolvesse um pouco mais, afinal a história passa-se em cerca de 4 ou 5 dias. Mas em relação a qualidade de policial está muito bom, não consegui achar o verdadeiro assassino até bem tarde no livro. Em relação à sinopse ou às coisas que estão escritas na contracapa acho que não têm muito haver com a história em si, tal como a capa do livro que indica mais um livro de fantasia do que policial.
   Com uma escrita um pouco descritiva demais atrasei-me mais do que devia, também devido ao pouco tempo. Mas com um pouco de esforço consegue ler-se aquilo rápido.
   Bem, um livro razoável, se quiserem aventurar-se a lê-lo, ou a comprá-lo mesmo, podem fazê-lo aqui: Wook
   Boa Leitura... ;)
6/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas