segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Os Escolhidos - Ricardo Pinto

   "Este lançamento assinala um momento de excepção no panorama da produção recente de obras do género fantástico, a nível internacional. Da autoria de um português radicado na Escócia, que rapidamente começou a dar que falar, é o primeiro volume de uma saga magistral composta por três títulos. Ricardo Pinto, o autor, é filho de emigrantes e vive desde os 6 anos nas Ilhas Britânicas. Apaixonado de longa data pela História, enveredou depois pela concepção de jogos de computador.
   Estas duas vertentes inspiraram-no a usar a escrita como meio de expressão com um potencial criativo que realça o seu talento gráfico. Graças a uma inusitada capacidade para fascinar, Ricardo Pinto prende-nos quase hipnoticamente à leitura, descrevendo com infalível minúcia os ambientes, as paisagens e a sociedade complexamente hierarquizada onde decorre a acção, num mundo que situa há milhares de anos no tempo.
   A Comunidade das Três Terras é governada por um Imperador-Deus, um Mestre pertencente à casta superior, cujos membros têm a numinosa aparência dos seres divinos. Os seus rostos são ocultados por máscaras preciosas e não podem ser vistos pelos membros das castas inferiores.
   Neste primeiro volume, Carnelian e seu pai, o Mestre Suth, que regressam de um prolongado exílio para participarem na eleição do novo Imperador-Deus, empreendem uma atribulada viagem através de um mar gélido e tempestuoso até Osrakum. O jovem Carnelian, que cresceu rodeado de clemente carinho e longe da rigidez dos rituais da Lei, aprenderá lições cruéis sobre o poder e a intriga, conhecerá violências atrozes, mas descobrirá a magia e os riscos da paixão. Com ele e Suth, atingiremos o coração da Comunidade das Três Terras, onde a cratera de um vulcão esconde um verdadeiro paraíso terreno. OS ESCOLHIDOS é o primeiro romance de Ricardo Pinto."

   Boas pessoal...
   Bem antes de mais deixem-me pedir desculpas pela demora que este livro teve em chegar aqui ao blog, isso deveu-se tanto à qualidade do livro como ao meu tempo disponível.
   Mas quanto ao livro, é o primeiro duma trilogia como diz a sinopse, e esperemos que dos três este seja o pior.
   A obra deveria ser muito gira e imagino que do início ao fim seja bastante atractiva, se não fossem duas coisas. A primeira delas é o excesso de pormenores e descrições, por vezes alguns destes são bem-vindos, mas a maior parte deles aqui foi excessivo tornando a leitura aborrecida e lenta.
   O segundo defeito da escrita do autor foi a não explicação das coisas, um problema como nos livros de Anne Bishop, no entanto este deixou mesmo a explicação de lado, o mundo deste livro é bastante complexo, cheio de hierarquias, regras, leis, casas e coisas desse género que o leitor não consegue encaixar todas nos devidos lugares enquanto lê, ou seja o leitor é deixado um pouco à deriva na leitura, perdendo de certeza vários pontos fulcrais da história.
   Lá para o fim da história, digamos as últimas 100 páginas é que o livro tornou-se bastante interessante com acção, romance e suspanse, no entanto no meio das 564 páginas, apenas 100 são boas é um pouco mau.
   Já me disseram que o segundo livro da trilogia é muito melhor que o primeiro, esperemos que sim, vai ser a minha segunda tentativa para este autor, esperemos que seja melhor.
   Se mesmo assim quiserem comprar o livro: Wook
   Boa Leitura... ;)

3,5/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas