domingo, 24 de junho de 2012

Infecção - Scott Sigler

   "Por toda a América, uma misteriosa doença está a transformar pessoas normais em assassinos psicopatas que cometem atrocidades brutais em estranhos, em si próprios e até mesmo nos seus familiares.
   O operacional da CIA, Dew Phillips, cruza o país de lés a lés, tentando em vão apanhar uma vítima viva. Dispondo apenas de corpos em decomposição como pistas, a epidemiologista do CDC, Margaret Montoya, corre contra o tempo para analisar os dados científicos por detrás deste contágio mortal, descobrindo que estes assassinos têm uma coisa em comum: foram contaminados por um parasita concebido por bioengenharia, cuja complexidade vai muito além dos limites conhecidos da Ciência.
   Entretanto, Perry Dawsey uma antiga e robusta estrela do futebol americano, agora confinado a um cubículo e resignado à vida de empregado de escritório, acorda uma manhã e descobre que tem vários inchaços misteriosos a crescerem-lhe no corpo. Pouco depois, Perry dá consigo a agir e a pensar de forma estranha e a ouvir vozes… ele está infectado."

   Boas pessoal...
   Outra crítica do mês de Junho fresquinha e entre exames para todos relaxarem e decidirem se querem comprar outro livro, e deixem-me dizer que devem comprar este. E deixem-me dizer-vos que esta deve ser a última de Junho visto que o meu próximo livro vai ser um pouco... complicado de ler.
   Infecção é um livro sem colecções e digamos que a leitura é contagiosa. Um livro simples de escrita fácil, e que, no entanto, tem uma história excelente e muito bem concebida, tirando uns pequeninos pormenores no fim, mas pronto. E acreditem quando digo que o autor conseguiu transpôr a dor que uma personagem sente, cheguei mesmo a ficar arrepiado só de imaginar.
   Uma coisa que gostei especialmente, mas isto é minha opinião, visto que estou em Biologia, é que tem uma carrada de termos de Biologia e processos biológicos. Para leitores que não se estejam a formar em Biologia é um bocado complicado de entender tudo, no entanto, não é de grande preocupação visto que o autor explicada sucintamente as coisas que refere. E quem diz Biologia diz Química e afins.
    Só é pena é que o livro acaba de forma abrupta sem que algumas coisas se expliquem, o que me leva a desejar um segundo livro, mas se esse livro está a caminho, não sei da existência dele.
   Aconselho, é muito bom este livro, e para além disso como não tem colecção não precisam de esperar por continuações nem lançamentos.
   Se quiserem ser deliciosamente infectados: Wook
   Boa Leitura... ;)
9/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas