domingo, 12 de fevereiro de 2012

Amor de Perdição - Camilo Castelo Branco

   "Simão Botelho e Teresa de Albuquerque pertencem a famílias distintas, que se odeiam. Moradores de casas vizinhas, acabam por se apaixonar.
   Ambas as famílias fazem tudo para combater a relação. O pai de Teresa, após tentativas de a casar com um primo, acaba por interná-la num convento. Simão, depois de uma luta, aloja-se na casa de um ferreiro, devedor de favores ao seu pai. A filha do ferreiro, Mariana, apaixonou-se também por Simão. Teresa e Simão mantêm contacto por carta. Este, numa tentativa de resgatá-la Teresa do convento, acaba por balear o primo de Teresa, Baltasar, e é condenado à forca. Mais tarde, as influências de seu pai, antigo corregedor, irão mudar a pena para dez anos de degredo na Índia. O momento da partido trará o trágico desfecho desta história de amor."

   Boas leitores...
   Surpreendentemente acabei este livro mais tarde do que esperaria, devido a certos contratempos, mas enfim, o certo é que o acabei.
   Aqui temos um livro já um pouco antigo de 1862, que tem vindo a ser reeditado várias vezes, de um autor português, Camilo Castelo Branco.
   Este livro, o mais famoso do autor, é uma espécie de romance ao estilo de Romeu e Julieta, dois apaixonados, famílias que os impedem se estar juntos, mortes, etc. (se nem quiserem ter spoiler's não leiam a sinopse)
   Todo o livro é um pouco lento e maçador, pois o autor parece divagar demasiado em certos capítulos a não ser o fim em que toda a escrita está linda e todo o sentimento que paira por todas as personagens transborda para fora do livro até ao leitor.
   No entanto é um bom livro português que aconselho a ler se não tiverem nenhuma leitura urgente, para aqueles que gostarem de romantismo.

   Boa Leitura... ;)
6,5/10

André

1 comentários:

ilovecoldwinters disse...

http://scriptuminfinitum.wordpress.com/ - Para outras sugestões literárias!

Enviar um comentário

Páginas Comentadas