domingo, 1 de maio de 2011

O Velho e os Lobos – Julia Kristeva

   “Uma fábula cruelmente moderna.
   Este livro nasceu de uma amarga revolta contra a banalização da vida e da morte na sociedade moderna. É uma meditação sinuosa sobre a invasão da barbárie, quando uma civilização adoece, uma época morre e com ela a moral e a lei, a memória e a cultura. O ódio torna-se então o único elo entre os homens. É o tempo dos lobos, um mundo de azedumes e de náusea, de vinganças e crimes.
   Narrativa fantástica, romance policial ou conto filosófico, esta visão à maneira de um Goya negro dirige-se áqueles que, tendo perdido uma pessoa amada, desfalecem de angústia perante o inimaginável da morte e procuram exprimir a violência da sua solidão sem partilha possível.”

   Boas pessoal...
   Já em Maio e começando com um livro não muito apelativo.
   De 1991, este livro, muito mais filosófico que policial não me atraiu muito. Por uma só razão, as divagações filosóficas não eram muito lógicas, apareciam constantemente desfazando assim a história em si. O que antes era uma história interessante começou a parecer aborrecido devido a tantas divagações e tão estranhas.
   No início, o livro apelou-me bastante, o enredo do conto era bom, mas a meio o livro começou a parecer cada vez mais absurdo e difícil de compreender. Não pela escrita, que achei até engraçada, mas mais por falar dum assunto e depois no capítulo a seguir falar de outro assunto de outro tempo diferente.Num livro deste tamanho, 206 páginas acho que não devia ter a capacidade de fazer tantas mudanças, os acontecimentos da história em si depois ocorrem todos muito em cima uns dos outros.
   Enfim, não se pode agradar a gregos e a troianos não é?

   A Feira do Livro já começou e vai prolongar-se até dia 15 de Maio, aproveitem e comprem livros... :D

   Boa Leitura... ;)
3,5/10

André

1 comentários:

Catarinaf disse...

obrigada :)

Enviar um comentário

Páginas Comentadas