domingo, 15 de maio de 2011

O Incêndio - Valentin Rasputin

   "A resignação com que Ivan Petrovitch sempre encara a vida é, de súbito, abalada pelo incêndio que inesperadamente se propaga pelos armazéns da sua aldeia de madeireiros.
   A desordem imposta pelo fogo como que ateou em Ivan a insatisfação contida ao longo de tantos anos e, num repente, é todo um mundo que se habituara a aceitar sem condições que desaba perante os seus olhos, deslumbrados pelo esplendor das gigantescas labaredas.
   Enquanto tenta apagar as chamas, descobre, desiludido, que nem a sua Sibéria natal escapou aos novos tempos que, avassaladores e impiedosos, lhe transformaram a paisagem, descaracterizando-a irremediavelmente ao nível das pessoas e da própria Natureza..."

   Boas leitores...
   Mais um pequeno livro de 125 páginas que realmente dá para pensar. A sinopse diz tudo, este livro passa-se numa única situação, o incêndio, e depois há muitas divagações. O livro foi escrito em 1985 e, no entanto, algumas das divagações parecem ter sido feitas por alguém que vive agora.
   Achei interessante o facto de o livro todo basear-se num incêndio e nas acções tomadas por Ivan para explicar as divagações, tal como as personagens que vão entrando e saindo de cena.
   Não tenho nenhum aspecto deveras mau para apontar, no entanto este livro não foi um que me despertou muito a atenção, e deu para ver pelo tempo que demorei a ler.
   Acho que é um livro médio, nem muito bom, nem muito mau...

   Boa Leitura... ;)
5/10
André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas