segunda-feira, 30 de maio de 2011

Fanfan - Alexandre Jardin

   "Chamam-lhe a galinha dos ovos de ouro da edição francesa. Os seus leitores situam-se maioritariamente entre as mulheres e é mais lido nas pequenas cidades do que nas grandes metrópoles.
   Mas qual é afinal o segredo deste jovem escritor que é, actualmente, o autor francês mais traduzido do mundo?
   Filho da geração de sessenta, rejeita os valores e a maneira de viver dos seus pais. Apóstolo de um novo romantismo, cultiva o amor cortês, diz que o casamento é a grande aventura do nosso tempo e que o futuro pertence àqueles que se amam.
   Fanfan tem um pouco disto tudo. O regresso aos sentimentos e à emoção; é uma história comovente e fantasiosa, quase extravagante, que doseia, sabiamente, o romanesco e a perversidade."

   Boas leitores...
   Este livro, com 21 anos não está exactamente de acordo com a sinopse, por isso não sejam muito rigorosos.
   Este livro tem um nome peculiar que achei curioso, juntamente com a capa, um pouco perversa. Em relação à história do livro é juntamente com os elementos anteriores, bastante peculiar. Não quero desenvolver muito, mas trata-se de um homem que faz tudo pela mulher que ama, mas que não se atreve a juntar a ela com medo de causar o tédio entre eles.
   Apesar de alguns gestos um pouco exagerados para ser um romance real, achei bastante realista os outros pontos. Tem para além disso uma leitura fácil e poucas páginas, 190.
   Agora vou começar a árdua tarefa de ler outro livro de 300 páginas com letras minúsculas...

   Boa leitura... ;)
6/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas